Por Márcia Vasconcelos para as Blogueiras Negras

Seu deus te representa? Imagem e semelhança?

Um homem branco, cabelos lisos e olhos claros. Esse foi o primeiro deus que me ensinaram a temer. Sim, a temer, já que seres humanos temem ir para o inferno.

Eu sempre me julguei esperta demais, mas nunca me questionei sobre as religiões que me foram impostas.  Depois me aprofundei na chamada religião protestante, que sempre tratavam das religiões africanas como de invocação maligna,  tive medo e por isso, preconceito, mais uma vez estava negando a minha raiz porque me ensinaram que isso (Candomblé, Batuque, Xambá etc…)  é algo ruim, muito ruim.

Eu não estou querendo criticar religiões menos ainda discutir, mas é meu direito questionar e o direito de quem quer que seja de não gostar.

Ao dizer essas coisas sobre religião estou me libertando, ainda que de forma tímida eu não sei nada da religiosidade do meu povo sou órfã de crença e queria muito aprender , mesmo morando em uma casa com duas evangélicxs .

Eu me torturo ao pensar que ODEIO preconceitos e sou cheias deles é como se eu não tivesse mais propriedade para LUTAR, dói sabe? O bom que sempre é tempo de recomeçar e quero aprender sobre minha história.

Quem te ensinou a odiar seu deus?

Ainda não me sinto à vontade em frequentar ritos de candomblé entre outros, e admitir isso faz parte da minha remissão:  reconhecer o medo que colocaram em mim, e nas demais pessoas. Uma pessoa pode ser tudo, mas se for praticante da religião africana é temida porque reza de preto é coisa do demônio, eu aprendi a respeitar. Eu senti vergonha, sou negra e tive medo de uma característica do meu povo, do seus  Deuses.

filhas_de_santo

Seu deus é racista? Homofóbico? Machista?

Como não faço parte de um modelo politicamente correto, pude perceber que o Deus que me ensinaram a temer é preconceituoso, veja bem não estou desrespeitando os catolicxs e nem evangelicxs ,vou expor os motivos de minhas conclusões.

Sou Feminista, dentre várias coisas que isso significa, digo que  não sou submissa ao patriarcado, não quero ser a esposa perfeita : o marido assiste  jogo e ela lava louça, não me importo com a tal da costela de Adão.

Ensinaram-me a  submissão prefiro ser subversiva, prefiro ser feliz

Seu deus gosta de preto?

E é claro o período do horror que nosso povo sofreu teve apoio do que eu chamo de “quarto poder Papista” ou “Entidade católica” como vocês preferirem. Apresentem-me, um papa negro? E sim existiram três africanos,  mas eram brancos, vejam bem tudo referente ao povo preto sempre foi julgado como algum ruim, junte isso com o fato de a entidade espiritual mais poderosa ser branca. Alguém devia questionar isso, nos tiraram da nossa terra, da nossa cultura e nos fizeram ajoelhar diante de um  homem branco do qual não sabíamos nada.

Você tem fé ou medo?

Além disso,  não vou casar com um homem e ser esposa e mãe, vou me casar com uma mulher e ser plenamente realizada, a ordem menino e menina não faz sentido pra mim e somente por isso nas duas religiões sou condenada ao inferno, como servir a um Deus que me tira o direito de escolha? Escolhi deixar de ter medo e viver, escolha difícil.

Quem te apresentou teu deus?

Por fim não tenho a intenção de atacar as outras religiões e nem provocar uma discursão sobre a mesma o que seria uma perda de tempo, só quero ressaltar que assim como aceitar nossas características físicas e descobrir beleza em nós mesmo é fundamental olhar com amor tudo que faz parte de nós e isso inclui o respeito a religião de matriz africana bem como todas as suas manifestações . Vamos pensar racionar e, questionar.

Qual o caráter do deus que você serve?

02-O-que-esta-por-tras-da-religiao

Links para que se aprofundem na questão:

Professora, a senhora é evangélica e conhece a História da África?! – Mamapress

Blog Ogum’s Toques

Marcha do Estado Laico

Minha Maior Herança – Blogueiras Negras

Vera de Oxaguiã – Blogueiras Negras

Uma fé que nada tem a ver com o diabo – Blogueiras Negras