Rosa Parks nos ensinou uma vez que não devemos levantar para dar lugar para o opressor, e convido todas vocês a serem iguais a Parks e não usarem o vagão do opressor.
  • Luana

    Ando de trem todos os dias nos horários de pico, sou encorada quase toda semana e isso cansa.
    Já que isso é um problema machista histórico que não vai ser resolvido de uma hora para outra (porque os homens não vão se conscientizar do dia para a noite!)… eu estou mega feliz com este vagão. Me sinto aliviada e mais tranquila.
    Feministas que me perdoem, mas prefiro não ser encoxada do que defender uma causa com uma cara atrás de mim.
    Enquanto os homens não evoluem, eu uso o projeto imediatista: vagão rosa.

    • Nênis Vieira

      Segregar não é a melhor opção e nunca será.
      Ser feliz com o vagão é realmente muito estranho, ao menos pra mim.
      Descordo completamente de sua opinião, Luana. Uma vez que, no RJ por exemplo, o vagão existe e não é respeitado, prova-se automaticamente que a segregação não é a solução e ainda reforça a culpabilização da vítima em algum caso de assédio. Ou seja, uma mulher assediada fora do vagão terá quais fatores para se defender? Esta afirmação é bem complicada, para não dizer equivocada.

  • Marcos Woelz

    Concordo: o vagão rosa vira desculpa esfarrapada para agredir quem não cabe ou quer andar nele. Uma campanha de ridicularização de homens que agridem seria muito mais eficaz.

  • Carol Sales Duarte

    Vi falarem que quem era contra o vagão rosa estava era sendo elitista. E fiquei na dúvida, porque não pego mesmo o metrô em horário de pico, e não sou do tipo que chama a atenção dos homens (não que quem chama tenha culpa, NÃO É ISSO QUE ESTOU DIZENDO, NÃO DIRIA UMA MERDA DESSAS NEM SOB TORTURA).

    Obrigado, gente, por me dizer que não.

  • Lucy

    Ola, andreza! Em Fortaleza, um politico conseguiu que seu projeto de lei fosse aprovado, sobre as mulheres tambem terem direito ao assento preferencial, junto a gestantes, idosos e obesos. Segundo ele, a fim de diminuir os assedios.
    Pra que isso serviu? So pra incitar muita misoginia e mais anti-feminismo, sendo que as proprias feministas sao contrarias a medida, pois basta um pouquinho de leitura pra saber que nao eh assento preferencial, nao eh vagao rosa que vai diminuir assedio, eh educacao no combate ao machismo.

    Agora, off-topic, acabei de ver esse video no facebook e fiquei chocada com poder ver mais um exemplo em carne e osso da elite nao tendo mais medo de escancarar seus preconceitos raciais e sociais. O video mostra uma mulher branca humilhando e tentando a todo custo chamar uma moca negra pra briga. Nao se ve o que causou a briga, mas se ve a reacao exagerada, elitista, racista e homofobica da mulher que afirma “morar do triplex”, que pergunta se a moca vai “ousar” chamar a gerente” e dai pra pior. Vamos torcer pra que ela seja identificada e sofra as consequencias.
    Ai esta o video: https://www.facebook.com/photo.php?v=738725896166920&fref=nf