Nos dias 28, 29 e 30 de setembro, a cidade de Paraty receberá o MIMO Festival 2018, um dos mais importantes festivais de música do Brasil, apresentado pelo Bradesco e Ministério da Cultura. Totalmente gratuito, o projeto multicultural que nasceu em Olinda há 15 anos já reuniu 1,5 milhão de pessoas e cerca de 3.500 artistas. Consolidado como o maior festival de música gratuita do país, o MIMO Festival anuncia a programação da primeira cidade brasileira na edição de 2018. Durante três dias, Paraty vai receber mais de 20 atrações, entre shows, concertos, filmes inéditos, poesia, fórum de ideias e workshops.

Os palcos da Igreja Matriz de Nª Sª dos Remédios e da Praça da Matriz receberão artistas diversos como: o consagrado grupo colombiano Systema Solar; os pernambucanos do Cordel do Fogo Encantado; a baiana Virgínia Rodrigues; e os incensados músicos do Songhoy Blues, grupo que vem do Mali depois de se apresentar nos mais importantes festivais mundiais, e faz apresentação inédita no Brasil. Completam olineup de Paraty a animação da artista carioca Letícia Novaes com o seu Letrux e Carol Panesi, uma das artistas vencedora do Prêmio MIMO Instrumental. DJ Montano, artista residente no MIMO desde 2015, abre as noites do palco principal com seu som multicultural 

O MIMO Paraty traz em paralelo à programação de concertos, uma das melhores safras do cinema musical nacional dos últimos tempos, com filmes sobre grandes personagens como o Ultraje a Rigor, os músicos Marcelo D2 e Planet Hemp, Lanny Gordin e muitos outros. Uma prova que a crise não afeta a criatividade. No total, foram 30 produções selecionadas entre as mais de 180 inscritas, para serem exibidas nas edições de Paraty, Rio de Janeiro, São Paulo e Olinda. A edição do Festival MIMO de Cinema, em Paraty, pela primeira vez ocupará o recém-inaugurado Cinema da Praça exibindo nove filmes inéditos. O público poderá assistir os longas-metragens “Ultraje”, de Marc Dourdin, “Semente da Música Brasileira”, de Patrícia Terra, “Inaudito”, de Gregório Gananian, e “Legalize Já – Amizade Nunca Morre”, de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé. Para o público infanto-juvenil, o festival escalou a animação,“Os Under Undergrounds, o começo”, de Nelson Botter Jr.

A tradicional Chuva de Poesia vai homenagear Hilda Hilst, autora brasileira de mais de 40 títulos de poesia, teatro e ficção. Trechos de sua obra cairão “do céu”, promovendo o encontro do público com gotas de literatura que retratam a vulnerável condição humana.

No campo do pensamento, o Fórum de Ideiasdiscutirá temas como O Canto como força no protagonismo feminino negro, tendo como palestrante a cantora Virgínia Rodrigues e A cultura Sound System da Colômbia: arte, tecnologia e liberdade, com o grupo Systema Solar. Mediadas pela jornalista Chris Fuscaldo, as palestras abordam as trajetórias artísticas dos participantes, fortemente marcadas pela resistência e pelo diálogo político-social.

SOBRE O MIMO FESTIVAL

Com edições ininterruptas desde 2004, o festival já realizou mais de 436 concertos, exibiu 287 filmes, reuniu 3.340 músicos, beneficiou 22.000 alunos em 355 aulas do programa educativo, até 2017. A recém finalizada edição portuguesa do MIMO Festival, na cidade de Amarante, reuniu 70.000 espectadores em três dias, entre os dias 20 e 22 de julho, com diversas atrações de estilos e gêneros. 

Desde 2013, o MIMO vem promovendo atitudes sustentáveis para preservar e proteger o Meio Ambiente. Todas as suas peças de comunicação são recicladas e transformadas em novos produtos. A partir do ano passado, o festival começou a substituir o descartável, eliminando copos e canudos plásticos e substituindo por reutilizáveis, contribuindo para o consumo consciente e possibilitando a redução de até 80% dos resíduos gerados. A previsão é que o MIMO 2018, nas cidades de Paraty, Rio de Janeiro, São Paulo e Olinda, evite a utilização mais de 500mil copos plásticos descartáveis.

Em 2018, o MIMO celebra 15 anos, sendo aguardado pelo seu fiel público com enorme expectativa nas cidades de Paraty (28 a 30 de setembro), Rio de Janeiro (15 a 17 de novembro), São Paulo (19 e 20 de novembro) e Olinda (23 a 25 de novembro).

Realizado por Lu Araújo Produções, o MIMO Festival é apresentado pelo Bradesco e Ministério da Cultura, conta com a parceria da Prefeitura de Paraty através da Secretaria de Turismo, apoio da Estácio e a companhia Aérea Oficial é Azul Linhas Aéreas.

Desde a sua primeira edição em Olinda, o MIMO Festival tem como proposta apresentar novos artistas, além de homenagear nomes consagrados. Essa união possibilita a integração do público com representantes de diferentes culturas e gêneros musicais, num festival que tem como principal marca a diversidade artística. Outro aspecto fundamental do MIMO, é a sua realização em cidades históricas brasileiras, gerando empregos, renda e o incremento do fluxo turístico, valorizando e promovendo o patrimônio cultural do país.

28 SET SEX

16H

O CANTO COMO FORÇA NO PROTAGONISMO FEMININO NEGRO

POR VIRGÍNIA RODRIGUES BRASIL

29 SET SÁB 

VIRGÍNIA RODRIGUES BRASIL

20H • IGREJA MATRIZ DE Nª Sª DOS REMÉDIOS